Lipoescultura: conheça o procedimento para modelar o seu corpo

By 12 de junho de 2019Sem categoria

Sabe aquela gordurinha em regiões localizadas que não sai com exercícios físicos e muito menos com dietas? Pois é, agora elas podem ser remodeladas ou reduzidas com a lipoescultura!

A lipoescultura é uma operação cirúrgica, que tem o objetivo de remover a gordura localizada e deixar o corpo mais harmônico. Nesse artigo você vai descobrir como usar a própria gordura do corpo a seu favor e tirar todas as dúvidas sobre esse procedimento!

O que é lipoescultura?

“Quando realizamos a lipoaspiração, a gordura vem junto com outros líquidos e células do corpo, como sangue e soro. Separamos a gordura dos demais e, após prepará-la, injetamos nas áreas necessárias, modelando assim o corpo da paciente. Dentre todos, o local mais comum de ser colocada a gordura é no bumbum, mas também pode ser injetada em áreas com depressões, no rosto, nas mamas e até no quadril”, explica o Dr. Anacleto Bassetto.

O procedimento dura em torno de três horas, dependendo da quantidade de gordura a ser lipoaspirada. A anestesia utilizada é a peridural com sedação. Após a paciente estar anestesiada, o cirurgião plástico:

  • Faz pequenos buraquinhos na pele para que cânulas possam entrar;
  • Injeta uma solução salina (fisiológica) para amolecer a gordura;
  • Usa cânulas de diferentes tamanhos para aspirar a gordura;
  • Separa a gordura do sangue, utilizando técnicas específicas;
  • Coloca a gordura retirada em outro local para modelar o corpo.

As cicatrizes da lipoescultura são minúsculas e discretas, pois o cirurgião escolhe regiões que sejam escondidas e próximas das áreas que serão aspiradas.

Qual a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura?

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico no qual a gordura localizada é removida de determinada região do corpo (abdômen, quadril, coxas, entre outros), por meio de cânulas que fazem a sucção, melhorando o contorno corporal.

Na lipoescultura, por sua vez, essa gordura é injetada novamente no organismo do próprio paciente, a fim de dar mais volume em outras áreas, como glúteos e coxas, por exemplo. Tal gordura também pode ser utilizada para preencher rugas e marcas de expressão da face.

A principal diferença entre os dois procedimentos está no fato de que a lipoaspiração apenas reduz o volume das regiões escolhidas, enquanto a lipoescultura faz a redução de algumas regiões e o aumento de outras, por meio do enxerto de gordura.

É importante ressaltar que as duas cirurgias têm como principal intuito a redefinição do contorno corporal – e nenhuma delas tem a finalidade de promover o emagrecimento.

Áreas mais indicadas para lipoescultura

As áreas mais comuns para a realização deste procedimento são os glúteos, as mamas e o rosto, sendo possível tratar mais de uma região por vez.

Geralmente, no caso de glúteos e mamas, a paciente que busca a lipoescultura tem como objetivo o aumento do volume, conferindo curvas mais generosas ressaltando essas partes do corpo.

Pós-operatório da lipoescultura

A paciente, habitualmente, fica internada de 12 a 24 horas. O curativo é feito durante a cirurgia e deve ser trocado após 48 horas. É importante seguir à risca algumas recomendações do cirurgião plástico, como:

  • Repouso relativo em casa, nos primeiros sete dias;
  • Banho completo no 2º dia após a cirurgia, sem remover o curativo de micropore;
  • Não fazer esforços físicos por cerca de sete dias;
  • Usar modelador elástico por 60 dias;
  • Banho de sol somente após 90 dias e com uso de filtro solar.

Resultados observados após a lipoescultura

O resultado da lipoescultura aparece, em média, depois de quatro meses. Após o sexto mês, o resultado final começa a se fazer visível. A pele e regiões subcutâneas readquirem aspectos e consistências normais, podendo, nesse período de tempo, variar de paciente para paciente.

Para garantir o melhor resultado na sua lipoescultura, agende já uma consulta na Clínica Anacleto Bassetto. Entre em contato com a equipe pelo número (41) 3339-6009.

Leave a Reply