Lifting Frontal Endoscópico

Cirurgia de rejuvenescimento facial

INFORMAÇÕES GERAIS

O Lifting Facial Endoscópico é o procedimento que visa o rejuvenescimento facial, através do reposicionamento dos tecidos flácidos. Usamos pequenas incisões no couro cabeludo de 0,5 a 2 cm e, através do uso do vídeoendoscópio, podemos trabalhar as estrutura profundas, poupando a face de cicatrizes visíveis. Pode ser isolado em pacientes jovens, ou associado à Lifting Convencional.

CICATRIZ

As pequenas cicatrizes localizam-se no couro cabeludo.

ANESTESIA

Normalmente, local com sedação.

TEMPO CIRÚRGICO

Uma hora e meia.

TINTURA DE CABELO

A tintura de cabelo deve ser providenciada uma semana antes da cirurgia para que seu efeito permaneça até que possa ser feita novamente após 3 semanas do procedimento.

CORTE DE CABELO

Os cabelos não são cortados durante a cirurgia.

Pré-operatório

EXAMES

• Hemograma
• Coagulograma
• Bioquímica: sódio, potássio, glicemia, creatinina.
• Eletrocardiograma + Risco Cirúrgico (cardiologista)

FOTOGRAFIAS

• Pré e pós-operatória.
• Objetiva a avaliação e programação da técnica cirúrgica a ser usada, assim como a comparação do pré e pós-operatório e a documentação científica.

CUIDADOS PRÉ-OPERATÓRIOS

• Jejum de no mínimo 6 horas antes do início da cirurgia.
• Qualquer intercorrência como doenças (gripe, febre, infecção) ou outros motivos que acarretem a suspensão da cirurgia, avise a cirurgião com antecedência.
• Medicação de uso contínuo e doenças, devem ser informados ao cirurgião para orientação referentes aos mesmos.
• Não tome medicação que contenha ácido acetil salicílico (ex.: AAS, Rhonal, Buferin, Aspirina), 10 dias antes e uma semana após a cirurgia, porque o mesmo aumenta o sangramento.
• Medicação para emagrecimento deve ser suspensa 15 dias antes da cirurgia.
• Não fume 15 dias antes e 15 dias após a cirurgia., o fumo aumenta o riso de necrose de pele e tromboembolismo pulmonar.

Pós-operatório

TEMPO DE INTERNAMENTO

Ambulatorial ou internamento de 24 horas.

DOR

A cirurgia é geralmente indolor. Raramente apresenta discreta dor, que pode ser perfeitamente sedada com analgésicos comuns.

CURATIVOS

O paciente sai do centro cirúrgico com um curativo em forma de capacete. Após a retirada, o cabelo é lavado normalmente e pode ser secado com secador manual discretamente aquecido e penteado delicadamente. Os olhos não ficam ocluídos, recomendanda compressas de água boricada gelada ou chá de camomila frio por 48 horas.

BANHO

No dia seguinte.

ALIMENTAÇÃO

Normal.

EDEMA (inchaço)

O inchaço é progressivo durante as primeiras 48 horas, após as quais torna-se estável para então iniciar o processo de regressão, mais rápido nas pálpebras e mais lento no restante da face. O tratamento da musculatura resulta em uma sensação de “face presa”. Isto pode ser agravado pelo edema e tende a melhorar, principalmente após o início das massagens.

EQUIMOSES (manchas roxas)

Normalmente, muito pouco, podendo fazer compressas geladas com água boricada ou chá de camomila frio.

PRURIDOS (coceira, ardor, insensibilidade ou hipersensibilidade)

Podem ocorrer eventualmente, mas isto é temporário e tende a desaparecer no prazo de mais ou menos 3 meses.

ESFORÇOS FÍSICOS

Aguardar 15 dias.

RETIRADA DOS PONTOS

Os pontos do couro cabeludo são retirados com 7 a 10 dias.

SOL

Não é permitido por um período mínimo de 1 mês. Recomendamos o uso de filtro solar (fator 30 ou mais), repassado a cada 3 horas, rigorosamente por 2 meses.

MASSAGEM

Massagem facial e linfática durante os primeiros 2 meses acelera a regressão do edema

MAQUIAGEM E TINTURA DE CABELO

A maquiagem é permitida após a primeira semana e a tintura de cabelo após 3 semanas.

RESULTADO

Um curto período de depressão emocional pode ocorrer nos primeiros dias, devido ao aspecto inicial. Isto é passageiro e geralmente advém da ansiedade em se atingir o resultado final o quanto antes. Tenha paciência. Lembre-se que nenhum resultado de cirurgia estética da face deve ser avaliado antes dos 6 meses pós-operatórios.

Toda cirurgia envolve um período próprio de recuperação. Dê tempo ao tempo, que seu organismo se encarregará de dissipar pequenos transtornos que infalivelmente chamarão a atenção de alguma pessoa que não se furtará à observação: “Será que isto vai desaparecer?” Não deixe de nos transmitir qualquer tipo de preocupação. Daremos os esclarecimentos necessários para sua tranquilidade.

Durante os primeiros seis meses pós-cirúrgicos, a região apresentar-se-á um pouco edemaciada (inchada), havendo com o passar do tempo, uma acomodação gradativa de tecidos orgânicos.

A cicatriz estará inicialmente mais avermelhada e endurecida, para então tornar-se mais pálida e delgada. Este processo é lento e poderá levar vários meses. No entanto, não se pode prever exatamente como vai resultar, uma vez que o processo não depende somente da técnica empregada e dos cuidados pós-operatórios, mas também de fatores individuais.

Passados os seis meses iniciais, procede-se a uma reavaliação e novas fotografias são tomadas, para comparação do pré e pós-operatório (antes e depois). Se esta reavaliação indicar a necessidade de algum retoque, procedimento considerado comum em cirurgia plástica, este deverá ser realizado após o 6º mês após a cirurgia.