Blefaroplastia

A blefaroplastia pode proporcionar uma melhora significativa na aparência das pálpebras, resultando em uma aparência mais rejuvenescida e revitalizada ao redor dos olhos.

A cirurgia de blefaroplastia visa corrigir o excesso de pele, gordura ou músculo ao redor das pálpebras superiores e/ou inferiores melhorarando a aparência das pálpebras caídas, bolsas de gordura e rugas ao redor dos olhos.

Este procedimento é frequentemente procurado por pessoas que têm flacidez na pele das pálpebras, resultando em uma aparência cansada, envelhecida ou mesmo prejudicando a visão quando o excesso de pele das pálpebras superiores interfere no campo de visão.

Você já pensou em como a cirurgia de pálpebra, a blefaroplastia, pode transformar sua aparência? Neste vídeo, exploramos todos os detalhes desse procedimento e seus incríveis benefícios. Se você está considerando a blefaroplastia, não deixe de assistir!

Dê o primeiro passo para
A SUA MELHOR VERSÃO!

Perguntas Frequentes

A blefaroplastia não trata diretamente os “pés de galinha” que são as rugas ao redor dos olhos, porque essas rugas estão fora do alcance da cirurgia das pálpebras.
A blefaroplastia é um procedimento cirúrgico que remove o excesso de pele, músculo e/ou gordura das pálpebras superiores e inferiores, ajudando a melhorar a aparência das pálpebras superiores caídas e das bolsas sob os olhos. No entanto, para tratar os “pés de galinha” e alcançar um rejuvenescimento geral da face, podem ser necessários outros procedimentos associados, como o lifting facial, preenchimentos dérmicos, aplicação de botox ou tratamentos a laser. Estes podem ser recomendados pelo cirurgião plástico para abordar efetivamente as rugas ao redor dos olhos e melhorar a aparência geral do rosto. É importante discutir suas preocupações e objetivos estéticos com seu cirurgião plástico durante a consulta para determinar o melhor plano de tratamento para você.

Não existe uma idade ideal, mas sim, uma oportunidade ideal que é determinada pela necessidade de corrigir o defeito apresentado.

É variável de paciente para paciente, mas em média de 6 horas.

Pode ser local, ou local com sedação.

Normalmente, em torno de 2 horas, todavia este tempo pode ser maior ou menor, variando em função dos detalhes a serem corrigidos.

Não, a dor não é esperada. O mais comum é um desconforto local, prurido(coceira) e sensação de repuxado em função dos pontos e curativo. Se o paciente sentir dor forte,
deve comunicar a equipe de cirurgia imediatamente.

Durante a blefaroplastia, os olhos geralmente não ficam completamente fechados. Após o procedimento, é recomendável usar compressas geladas de soro fisiológico ou chá de camomila nas primeiras horas para ajudar a reduzir o inchaço e evitar que ele se acentue.
No entanto, não é necessário manter os olhos ocluídos durante o sono. O inchaço é comum após a blefaroplastia e pode ser mais pronunciado nos primeiros três dias, especialmente pela manhã. Isso pode causar dificuldade em abrir os olhos, mas
geralmente melhora ao longo dos primeiros dias após a cirurgia, evoluindo para uma aparência mais natural entre o 5o e o 8o dia. Alguns pacientes podem experimentar um edema residual discreto mesmo após o terceiro mês.
Manchas roxas também são comuns após a blefaroplastia e resultam do trauma cirúrgico.
Elas podem se espalhar pela pele subjacente e pela conjuntiva ocular, mas geralmente desaparecem em média após 20 dias e não comprometem a visão. Essas manchas roxas são consideradas uma intercorrência transitória e reversível, não uma complicação grave.

Edema (Inchaço): O inchaço é comum e varia de intensidade de acordo com o paciente. Geralmente é mais pronunciado nos três primeiros dias, especialmente pela manhã. Durante esse período, pode haver dificuldade em abrir os olhos devido ao inchaço. Entre o 5o e o 8o dia após a cirurgia, o inchaço tende a diminuir e a aparência das pálpebras se torna mais natural. Em alguns casos, pode persistir um leve inchaço residual até o terceiro mês, mas geralmente é discreto.
Manchas Roxas: Também conhecidas como equimoses, são comuns após a blefaroplastia devido à infiltração de sangue na pele subjacente. Elas podem se espalhar pela área ao redor dos olhos, incluindo a conjuntiva ocular. Essas manchas roxas não são consideradas um problema grave, complicação, mas sim uma intercorrência transitória e reversível. Elas desaparecem em média após cerca de 20 dias, não afetando a visão.
Essas são características comuns do pós-operatório da blefaroplastia. É importante seguir as orientações do cirurgião plástico para garantir uma recuperação suave e eficaz.

As cicatrizes da blefaroplastia geralmente são muito discretas devido à espessura fina da pele das pálpebras. Elas tendem a se misturar com os sulcos naturais da pele, o que torna as cicatrizes menos perceptíveis. Este efeito é mais evidente após
o período de maturação das cicatrizes, que geralmente leva cerca de 3 meses.
Durante os primeiros meses após a cirurgia, as cicatrizes podem ser um pouco mais visíveis devido ao processo de cicatrização. No entanto, à medida que o tempo passa e as cicatrizes amadurecem, elas tendem a se tornar menos perceptíveis e mais integradas à pele circundante.
É importante seguir as instruções do seu cirurgião plástico durante o período de recuperação para garantir que as cicatrizes ocorram da melhor forma possível. Isso pode incluir cuidados específicos com as cicatrizes, como manter a área limpa e
protegida do sol, bem como o uso de produtos recomendados pelo médico para ajudar na cicatrização.

O pós-operatório da blefaroplastia envolve uma série de cuidados e sintomas que podem ser experimentados pelos pacientes. Aqui está uma visão geral:
Lacrimejamento: É normal que ocorra nos primeiros dias após a cirurgia. Isso pode ser devido à irritação temporária dos olhos durante o período de recuperação.
Visão embaçada: Pode ocorrer devido à pomada aplicada nos olhos durante a noite ou devido ao edema da conjuntiva. Geralmente, isso é temporário e tende a melhorar ao longo do tempo.
Quemose: É o inchaço temporário da membrana conjuntiva que recobre o olho. Isso é comum após a cirurgia e geralmente diminui à medida que o inchaço diminui.
Resultado final: O resultado definitivo da cirurgia só será observado após cerca de seis meses. Nesse período, o paciente pode ser submetido a novos exames e fotografias para análise comparativa do resultado.
Comunicação com o médico: Qualquer sintoma diferente dos mencionados acima deve ser imediatamente comunicado ao médico responsável pela cirurgia. Isso é importante para garantir uma recuperação adequada e identificar qualquer complicação potencial.

Para garantir um dia de cirurgia tranquilo e sem complicações, siga estasinstruções:
1. Compareça ao local da cirurgia (hospital, clínica) no horário marcado na sua guia de internação, e é sempre bom ter alguém te acompanhando para dar
suporte emocional e, se necessário, auxiliar na locomoção após o procedimento.
2. Comunique qualquer anormalidade ocorrida antes da internação ao pessoal da equipe médica. Isso inclui sintomas como febre, resfriado, ou qualquer outra condição que possa afetar a cirurgia.
3. Evite usar maquiagem no dia da internação, já que ela pode interferir nos procedimentos médicos e aumentar o risco de infecção.
4. Traga óculos escuros para o seu conforto após receber alta, já que seus olhos podem estar sensíveis à luz após a cirurgia.
5. Siga o jejum recomendado, geralmente de 6 horas antes da cirurgia, conforme as orientações médicas. Isso ajuda a evitar complicações durante o procedimento e facilita a recuperação.
Seguir essas orientações ajudará a garantir que o dia da cirurgia transcorra da maneira mais tranquila e segura possível.

1. Use dois travesseiros para dormir nos primeiros 3 dias para manter a cabeça elevada.
2. Evite traumatizar ou coçar os olhos para evitar danos à área operada.
3. Faça compressas geladas várias vezes ao dia para reduzir o inchaço e o desconforto.
4. Use óculos escuros sempre que estiver exposto à luz natural para proteger os olhos sensíveis.
5. Mantenha uma alimentação normal para promover uma boa recuperação.
6. Você pode tomar banho normalmente.
7. Óculos, TV e leitura são liberados a partir do 2o dia, desde que não causem desconforto.
8. Retire os pontos entre 4 a 5 dias após a cirurgia, conforme orientação médica.
9. Retome o trabalho após o 4o dia, se a sua condição visual permitir.
10. Evite dirigir até que sua visão esteja adequada, o que geralmente ocorre após o 4o dia.
11. Use maquiagem leve e corretivo apenas após o 4o dia, seguindo as orientações médicas.
12. Pode usar lentes de contato após 15 dias, mas consulte o médico antes.
13. Pratique caminhadas esportivas após 10 dias, usando proteção solar e evitando o sol direto.
14. Exponha-se ao sol direto na face somente após 45 dias, usando protetor solar, óculos de sol e boné.
15. Siga todas as prescrições do seu médico.
16. Volte ao consultório para curativos e revisões conforme agendado.
17. Consulte estas instruções sempre que necessário.
18. Lembre-se de que o bom resultado final também depende do seu cuidado e dedicação.

ENTRE EM CONTATO

Estamos à disposição, aguardamos seu contato.