Ginecomastia

GINECOMASTIA

Ginecomastia é o crescimento das mamas masculinas por alteração hormonal ou acúmulo de gordura. Geralmente ocorre nas fases de desenvolvimento hormonal como infância, adolescência ou velhice e, na maioria dos casos não são associadas a uma doença, embora haja necessidade de avaliação.

A maior parte dos casos de ginecomastia acontece na puberdade, em uma ou nas duas mamas e a tendência é que o quadro se reverta até o fim da adolescência. Outra incidência é na velhice, atingindo até 30% dos homens idosos.   A ginecomastia pode surgir, também, como decorrência do uso de hormônios anabolizantes (sendo ésta a causa mais frequente nos adultos jovens) ou do emagrecimento em caso de ex-obesos, por excesso de pele na região mamária.

Quando persiste a alteração de volume das mamas masculinas, o problema pode ser corrigido com procedimento cirúrgico relativamente simples e com bons resultados estéticos. É possível a adoção da lipoaspiração como procedimento coadjuvante ao tratamento.

A CIRURGIA 

Na cirurgia de ginecomastia, é feito um corte pequeno na parte inferior do mamilo cuja cicatriz fica quase imperceptível com o passar do tempo. A anestesia utilizada pode ser local com sedação, ou geral, de acordo com a indicação e, geralmente, o paciente recebe alta no mesmo dia.

PRÉ-OPERATÓRIO
  • Procure um cirurgião plástico de sua confiança para analisar a necessidade da cirurgia e as indicações de tratamento. E lembre-se de verificar se o cirurgião plástico pertence à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (www.cirurgiaplastica.org.br)
  • Evite tomar aspirina ou remédios contendo AAS (ácido acetil salicílico) e vitamina C e E, ou Ginko Biloba pelo menos nas duas semanas que antecedem à cirurgia.
  • Evite medicamentos para emagrecer e diuréticos, por um período de 10 dias antes da cirurgia.
  • Comunique ao seu médico caso manifeste erupção na pele ou herpes.
  • Não se exceda em exercícios físicos, alimentos e não tome bebidas alcoólicas.  
  • Avise ao médico se estiver resfriado ou apresentar sintomas de conjuntivite, herpes ou infecções na semana anterior à cirurgia.
  • Evite tomar ou usar substâncias tóxicas ou drogas nas duas semanas antecedentes a cirurgia.
  • Não fume nos 30 dias que antecedem a cirurgia e nas duas semanas de pós-operatório.
  • Providencie acompanhante para contato e para a alta da clínica (nome e telefone).
PÓS-OPERATÓRIO
  • É indicado manter repouso relativo nos quatro primeiros dias após a cirurgia.
  • Evite movimentar bruscamente os braços.
  • É indicado o uso de malha elástica que não deve ser retirada por período indicado pelo cirurgião. (30 dias)
  • Somente utilize os medicamentos indicados pelo cirurgião.
  • É permitido dirigir após 15 dias da cirurgia.
  • A exposição ao sol pode ser feita após 30 dias gradativamente e com uso de protetor solar.
  • Os exercícios físicos moderados podem ser iniciados após 30 dias.
  • Esportes como natação, vôlei e musculação são liberados após 30 dias.

  

IMPORTANTE: Resultados definitivos somente devem ser considerados após 12 meses da cirurgia. As cirurgias de retoques, quando necessárias, serão aconselhadas pelo cirurgião, devendo-se respeitar o tempo necessário para a adequação dos tecidos e acomodação das cicatrizes. Quando realizadas em momento inoportuno, podem não alcançar os resultados desejados. Os retoques não significam incapacidade técnica mas sim uma revisão cirúrgica para se alcançar resultados ainda melhores. Os custos destes possíveis retoques serão cobrados somente em relação às despesas hospitalares e de anestesista. Não serão cobrados honorários da equipe cirúrgica desde que estes retoques sejam realizados no período sugerido pelo cirurgião.

Para fins de honorários, será considerado retoque, todo procedimento indicado pelo seu cirurgião seguinte à primeira cirurgia, num período subseqüente de 12 meses. Após este período, qualquer intervenção cirúrgica será considerada como um novo procedimento, independente do primeiro, mesmo que nas mesmas áreas.

O código de normas e condutas do cirurgião plástico da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica proíbe a exibição de fotos de pré e pós-operatório, mesmo que haja autorização do paciente. Proíbe ainda o uso de fotos de partes do corpo. A divulgação de preços e condições de pagamento em meios de comunicação, como jornal e TV é vedada.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS – POR FAVOR, LEIA ATENTAMENTE

Após as explicações supracitadas, esclarecemos que em cirurgia plástica não há promessa de resultados o que, eticamente, não fazemos.

Sua cirurgia será realizada segundo técnicas cirúrgicas consagradas e publicadas cientificamente. Nossa Equipe fará o possível para garantir a qualidade do serviço e seu bem estar, porém frisamos que não prometeremos resultados, uma vez que a própria medicina não é uma ciência exata e dependeremos da sua reação orgânica pós cirúrgica para o alcance de nossos objetivos.

MUITO IMPORTANTE: É comum que suas expectativas em relação à cirurgia plástica sejam maiores que os resultados obtidos, mas lembre-se que as alterações em seu corpo tornam limitadas as possibilidades da cirurgia e que ela é realizada por cirurgiões que também possuem limitações humanas

 

“Lembre-se de ler também as orientações gerais em cirurgia plástica que sempre são entregues junto com este informativo.”

Consulte informações sobre seu cirurgião plástico junto à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica pelo site na internet ou pelo telefone: 

icon-foneFone/Fax: (41) 3339-6009
icon-fonewhatsapp  (41) 99659-0909
icon-localeRua Martim Afonso, 1363  |  Champagnat  |  Curitiba - PR  |   Brasil  |  CEP: 80730-030