Lifting Braquial: conheça a cirurgia que remove gordura dos braços

By 27 de agosto de 2019Blog

Comum em pessoas que tenham passado por um processo de perda de peso brusca, o excesso de pele e de gordura nos braços ocorre em muitos casos. O que muitas pessoas não sabem é que existe uma cirurgia específica para corrigir esse problema, chamada de lifting braquial, ou simplesmente lifting de braço.

Feita a cirurgia, o contorno do braço, em especial da axila ao cotovelo, com ênfase principalmente no tríceps, obtém uma aparência com contornos mais belos e suaves e uma pele mais lisa. Além da própria mudança brusca de peso, outros fatores contribuem para o excesso de pele na região como:

  • Envelhecimento;

  • Fatores hereditários.

Agora que você já sabe o que é o lifting braquial, vamos abordar outras informações importantes como: contra indicações, recomendações pré e pós-operatório, entre outros. Confira.

CONTRAINDICAÇÕES PARA A BRAQUIOPLASTIA

Da mesma maneira que acontece em outras cirurgias, fatores clínicos favoráveis são fundamentais para que o procedimento possa ser feito. O cuidado maior é com pacientes que estejam muito acima do peso e também para grupos de hipertensos. Confira quais situações que são contra indicadas  para a cirurgia:

  • Possuir problema de circulação;

  • Portadores de diabetes;

  • Problemas de hipertensão;

  • Tabagismo.

Após a análise desses exames e do contexto geral do paciente, que o cirurgião terá segurança em adotar o procedimento cirúrgico.

 

QUAIS EXAMES SERÃO NECESSÁRIOS?

  •  Hemograma;

  •  Coagulograma;

  •  Bioquímica: sódio, potássio, glicemia, creatinina, SGOT e SGPT;

  •  Eletrocardiograma + Risco Cirúrgico (cardiologista).

PÓS-OPERATÓRIO

Neste período, o primeiro cuidado é repousar, sem forçar a área dos braços. Nas primeiras semanas não é indicado erguê-los. Procedimentos como drenagem linfática contribuem para a redução do edema no local. Malhas de compressão são úteis também.

Atenção às atividades físicas, que devem ser evitadas nas primeiras 3 semanas. Já o treinamento de musculação sendo liberado somente à partir de um mês, e para o treinos específicos de braço em média de dois meses. Confira outras dicas valiosas para o pós-operatório:

  • Não exponha a região dos braços ao sol;

  • Não manuseie grandes cargas com os braços;

  • Use malhas de compressão;

  • Faça seu retorno às atividades com o braço de maneira gradativa.

E A CICATRIZ?

Como qualquer outra cirurgia, o lifting braquial também deixará cicatrizes. O tamanho vai depender muito do grau de flacidez da pele do paciente. Em geral, essas marcas vão ficar localizadas na axila e na parte interna dos braços. Procedimentos estéticos e cremes podem ajudar a amenizar a aparência dessas cicatrizes. O importante nesta etapa é não expor o braço ao sol sem proteção solar, objetivando que a região não escureça.

RESULTADO FINAL

Durante os primeiros seis meses pós-cirúrgicos, a região apresentar-se-á um pouco edemaciada (inchada), havendo com o passar do tempo, uma acomodação gradativa de tecidos orgânicos.

A cicatriz estará inicialmente mais avermelhada e endurecida, para então tornar-se mais pálida e delgada. Este processo é lento e poderá levar vários meses. No entanto, não se pode prever exatamente como vai resultar, uma vez que o processo não depende somente da técnica empregada e dos cuidados pós-operatórios, mas também de fatores individuais.

Passados os seis meses iniciais, procede-se uma reavaliação e nova fotografia para comparação do pré e pós-operatório (antes e depois). Se esta reavaliação indicar a necessidade de algum retoque, procedimento considerado comum em cirurgia plástica, este deverá ser realizado após o 6º mês de cirurgia.

Leave a Reply