Blefaroplastia

 

Blefaroplastia é uma cirurgia estética onde retira-se apenas os excessos de pele e de gordura localizados nas pálpebras. É um procedimento que dura em torno de 2 horas, normalmente com anestesia local e em que na sua maioria, o paciente recebe alta 2 horas após a operação.

Não há uma idade determinada para a realização do procedimento mas sim a oportunidade ideal para a sua correção. Vale lembrar que só a cirurgia das pálpebras, isoladamente, não proporciona o rejuvenescimento geral da face. Por isso, os melhores resultados ocorrem quando outras condutas são associadas à blefaroplastia.

 

PRÉ-OPERATÓRIO

Para a cirurgia é necessária a realização de alguns exames laboratoriais e não-laboratoriais. O paciente é fotografado com o objetivo de avaliação e programação da técnica cirúrgica, documentação e comparação entre o pré e pós-operatório. É importante também consultar previamente com o anestesiologista para informar ao médico possíveis doenças preexistentes e medicações de uso contínuo.

Os riscos da intervenção cirúrgica são minimizados com a consulta, onde o paciente informará ao médico os eventuais problemas de saúde, uso de medicações, hábitos de vida, problemas anestésicos anteriores e com todos os exames realizados para o pré-operatório e a consulta pré-anestésica.

 

TÉCNICA UTILIZADA

Nas pálpebras superiores, retira-se uma faixa de pele e duas bolsas de gordura através  de  uma abertura no sulco palpebral, onde ficará localizada a cicatriz. Já nas pálpebras inferiores, a incisão pode ser externa ou interna, dependendo se há excesso de pele e/ou de bolsas de gordura.

A cirurgia plástica não é isenta de cicatrizes, por isso procura-se localizá-las em regiões pouco visíveis. O processo de cicatrização leva praticamente entre 4 e 7 dias, no entanto após 3 meses é que a cicatriz poderá se confundir com os sulcos da pele.

PÓS-OPERATÓRIO

É comum que se apresentem alguns sinais e sintomas na região do procedimento como dor, inchaço e manchas roxas mas são apenas intercorrências transitórias e reversíveis e que podem ser amenizados com uso de medicamentos.

No 3o ou 4o dia após a cirurgia, o paciente deverá retornar ao consultório para a revisão do curativo e retirada dos pontos. A partir da 2a ou 3a semana, já será possível ter uma ideia de aproximadamente 50% do resultado final, contudo o resultado definitivo só será efetivamente observado após o 6º mês.

Em relação aos "pés-de-galinha", mesmo que devidamente operados, nunca desaparecerão totalmente, havendo apenas uma melhora do estado anterior. Os sulcos que permanecem devem-se à ação do músculo

                       

ORIENTAÇÕES

É importante salientar que existem algumas orientações e prescrições médicas quanto ao pós-operatório que devem ser obedecidas rigorosamente para uma melhor recuperação  e resultado da cirurgia.

Toda cirurgia envolve risco e toda intervenção com finalidades tanto estéticas como reparadoras pode necessitar retoques.

 

icon-foneFone/Fax: (41) 3339-6009
icon-fonewhatsapp  (41) 99659-0909
icon-localeRua Martim Afonso, 1363  |  Champagnat  |  Curitiba - PR  |   Brasil  |  CEP: 80730-030